Projeto CCDH João Cândido

Coordenador do Projeto: Jean Avelino Cardoso

O projeto consiste na inauguração do Centro de Cultura e Direitos Humanos João Candido, em homenagem ao “Almirante Negro”, João Cândido, líder da Revolta da Chibata – importante movimento na luta pelos direitos dos negros, ocorrido na Marinha do Brasil –, negro e morador da cidade de São João de Meriti.

O projeto se baseia na realização de 03 (três) metas:

  1. Construção do Centro de Cultura e Direitos Humanos João Candido
  2. Realização de Atividades de Cultura e Direitos Humanos, através de dois grandes Seminários, uma Exposição sobre a temática do movimento negro e a vida de João Cândido, e um ciclo de Ações Educativas – palestras e rodas de debates.
  3. Realização e publicação de Produtos Culturais: Revista e Documentário.

O projeto tem a prerrogativa de garantir e valorizar a disseminação e promoção das expressões culturais existentes na cidade, fortalecendo os laços de solidariedade e cooperação e as tradições entre os habitantes do município.

Os ganhos e benefícios sociais advindos do projeto estão relacionados ao fortalecimento cultural destas manifestações e ao estímulo à cultura de empreendedorismo voltada para as tradições de origem afro-brasileira, para que se tornem economicamente sustentáveis, viáveis,  visíveis e ainda mais relevantes socialmente na configuração das tradições presentes na cidade.

O projeto também visa promover a autoestima dos agentes preservadores destas tradições,  valorizando o seu papel  e desencadeando na união de forças para a ascensão das identidades e resistências, na geração de uma rede de apoio e articulação afro-cultural.

Objetivo Geral

Conscientizar a população a respeito da importância e promover a afirmação da cultura afro-brasileira para a promoção da igualdade racial na cidade de São João de Meriti.

Objetivos Específicos

  • Fortalecer as redes locais existentes voltadas para esta temática, estruturando os Seminários de discussão;
  • Integrar as mais diversas instâncias em torno do debate sobre a cultura afro-brasileira e seus desdobramentos sociais;
  • Combater a discriminação racial e étnica.
  • Promover ações informativas abertas ao público – palestras de Direitos Humanos voltadas ao conceito de igualdade em meio às diversidades.
  • Criação de 01 (um) vídeo e Confecção de 01 (uma) Revista ligada a temática do movimento negro.

Resultados Esperados

  • Contribuir para o conhecimento geral dos participantes em assuntos pertinentes a direitos, questões raciais e cultura afro;
  • Estabelecer uma agenda cultural como uma opção alternativa aos apelos da indústria cultural na cidade;
  • Fortalecer a cultura local, o sentimento de pertencimento da comunidade, o trabalho coletivo e a identidade de grupo.

Indicadores de resultados

  • Quantitativo de espectadores nos Eventos;
  • Número de jovens que permanecem inseridos no mercado ou crianças que descobrem novas oportunidades.
  • Grau de articulação com representantes dos diversos setores da Baixada Fluminense, bem como com artistas e grupos culturais da localidade;
  • Grau de reconhecimento e proximidade em relação à comunidade, gerado pelas ações do projeto;
  • Número de grupos artísticos atuantes na Baixada Fluminense;

Público Alvo - O público-alvo é formado pela população da Praça da Bandeira e redondezas,  abrangendo por evento (direta e indiretamente) cerca de 200 crianças, jovens e adultos, residentes no município de São João de Meriti.

Metodologia de Trabalho

Meta 1: Construção do Centro de Cultura e Direitos Humanos João Candido e Plano de Distribuição do Projeto

Etapa 1 - Obra de Reforma do Centro de Cultura e Direitos Humanos João Candido

O Projeto conta com a revitalização do espaço da Escola de Samba Independentes de São João de Meriti, para a instalação do Centro de Cultura e Direitos Humanos João Candido. É de grande valia o apoio junto à comunidade local para uma maior integração e a participação da população em todo o processo, desde a obra de reformulação até a inserção nas atividades.

A partir do planejamento da obra, com melhor aproveitamento do espaço e visando um ambiente privilegiado de aprendizado e troca, a reforma do salão principal objetiva transformá-lo em um espaço pedagógico, com a adequação do ambiente com equipamentos que ofereçam condições de desenvolver as atividades previstas. Esse investimento em sua estrutura física é para melhor adequar suas disposições e também criar uma ambientação acolhedora, através da identidade de um espaço de fomento à cultura aberto a toda juventude.

Etapa 2 – Desenvolvimento do plano de divulgação do projeto.

  • O projeto tem como estratégia de divulgação os seguintes mecanismos:
  • Contratação de um programador visual responsável pela concepção e execução do projeto gráfico da revista;
  • Aquisição e Impressão de 500 camisas promocionais do projeto;
  • Utilização dos serviços de Assessoria de Imprensa da própria Casa da Cultura;
  • Divulgação em jornais de grande circulação, nos cadernos cultural e regional;
  • Veiculação de outdoors em locais próximos aos Eventos;
  • Projeto gráfico composto de: 60.000 panfletos (10x15cm 4/0), 10.000 cartazes (Formato A4 4/0), 2 banners (Formato 10x5m) e 1 (Formato 15x8m), 15.000 folders (Formato A4 4/4).
Meta 2: Realização de Atividades de Cultura e Direitos Humanos

Etapa 1 - Seminário de Abertura do Projeto “Centro de Cultura e Direitos Humanos João Candido”.

Junto ao seminário de Abertura será proporcionada aos participantes uma Exposição sobre Cultura Negra e o Marinheiro João Candido com o intuito de pesquisa e apreciação.

Etapa 2: Ações Educativas – Palestras e rodas de Debates

Público Alvo

Aproximadamente 200 pessoas.

Programação

Os Seminários terão como base a seguinte programação:

Direitos das Mulheres

Duração: 03 horas

Criança e Adolescente

Duração: 03 horas

Juventude

Duração: 03 horas

Diversidade Religiosa

Duração: 03 horas

Igualdade Racial

Duração: 03 horas

Direitos Humanos

Duração: 03 horas

Etapa 3 - Seminário de Encerramento do projeto “Centro de Cultura e Direitos Humanos João Candido ”

Este seminário fechará o ciclo de debates, com o intuito de avaliar o próprio projeto e ainda discutir sobre a questão afro-brasileira na cidade, estimulando a criação de um fórum permanente e de novos grupos culturais.

Público estimado: 200 pessoas.

Etapa 4 - Realização de uma feira temática e workshop no Centro de Cultura e Direitos Humanos João Candido.

Durante o seminário de Encerramento será feita uma grande feira temática, onde uma quantidade de artistas poderá expor seus trabalhos e representar a cultura negra brasileira na Praça da Bandeira, onde está esculpido o busto do Marinheiro João Candido. Nas três tendas oferecidas pela produção haverá espaço para os Workshops. Cada tenda possuirá uma programação própria independente do palco principal.

Workshop: TRANÇADO & PENTEADO

Participantes terão acesso a técnicas capilares voltadas para este tipo étnico e sua diversidade (Black Power, cabelo armado, cacheados, uso de acessórios complementares, entre outros).

Duração: 2h20min

Beneficiados: 20

Workshop: ARTESANATO

Haverá a inserção de elementos culturais afro-brasileiros, noções de harmonia, equilíbrio, cores, formas e abstrações e o projeto e desenvolvimento de um produto artesanal por participante, a serem apresentados na Exposição Beleza e Cultura Negra.

Duração: 2h20min

Beneficiados: 20

Workshop: CULINÁRIA AFRO-BRASILEIRA

Aula sobre o preparo para consumo de pratos como acarajé, vatapá, caruru, muquecas (peixe, camarão, frango), xinxins, mungunzá, akaçá de leite e bobó de camarão. Noções de Higiene no ambiente de trabalho, limpeza do alimento, temperos, cozimento, ornamentação.

Duração: 2h20min

Beneficiados: 20

Workshop: INDUMENTÁRIA AFRO

Origem da indumentária africana e técnicas básicas de construção, valorizando originalidade e identidade. Inserção de elementos culturais afro-brasileiros, noções de harmonia, equilíbrio, cores, formas e abstrações, além do projeto e desenvolvimento de uma peça de indumentária por participante, que será apresentada na Exposição Beleza e Cultura Negra. Uso e estrutura de máquina de costura, traçado de molde, risco sobre tecido, corte sobre tecido, costura.

Duração: 2h20min

Beneficiados: 20

Meta 3: Confecção de Produtos Culturais

Etapa 1 - Elaboração da Revista do projeto para a valorização da cultura afro na região de São João de Meriti

Estas revistas serão entregues às escolas públicas e privadas, instituições e organizações da região, e em locais onde são oferecidos serviços públicos, para ampliar o conhecimento e o acesso às informações referentes à população negra na cidade de São João de Meriti.

Etapa 2 - Elaboração de documentário de média metragem sobre o movimento negro e sobre a rede de iniciativas da cultura negra na cidade de São João de Meriti.

Documentário sobre o movimento negro em São João de Meriti, com depoimentos de membros atuantes do movimento afro-brasileiro, além da apresentação de atividades de iniciativa de cultura afro dentro da região. Visite a lista impressionante do casino por mapleleafonlinecasino.com e ganhe o dinheiro real!

Cópias entregues às escolas públicas e privadas da região, entidades associativas sem fins lucrativos e órgãos públicos do governo municipal.

Cronograma de Ações

 

AÇÕES PROPOSTAS

MÊS 01

MÊS 02

MÊS 03

MÊS 04

MÊS 05

MÊS 06

Planejamento das ações (obra, Montar agenda, convidar palestrantes e cadastrar iniciativas culturais)

 

 

 

 

 

 

Confecção do material gráfico

 

 

 

 

 

 

Divulgação e Mobilização

 

 

 

 

 

 

Seminário de Abertura

 

 

 

 

 

 

Exposição e Workshops

 

 

 

 

 

 

Palestras – Direitos Humanos

 

 

 

 

 

 

Seminário de Encerramento

 

 

 

 

 

 

Lançamento da Revista/Documentário

 

 

 

 

 

 

Avaliação

 

 

 

 

 

 

Prestação de Contas